Notice (8): Undefined variable: rich [APP/View/Layouts/site.ctp, line 78]

Corra para emagrecer

Transforme a corrida num hábito regular e perca peso a grande velocidade

01/Despeça-se das calorias

Quando o objetivo é emagrecer, ou seja, perder peso, o segredo está em gastar mais calorias do que aquelas que consome. 

Faça assim: “Durante a corrida, carrega o peso do próprio corpo durante um tempo considerável. Isto obriga a solicitar grandes grupos musculares, o que origina um maior consumo de calorias”, explica André Costa Campos, coordenador e treinador de triatlo do Sporting Clube de Portugal. No entanto, “a capacidade para consumir calorias depende de inúmeros fatores, tais como a intensidade da corrida, idade, gênero, peso, altura e composição corporal da própria pessoa”. Lá está, cada caso é um caso, mas todos podem perder peso com a corrida.

02/Corridas por semana

Sabendo que as calorias que se perdem a correr estão relacionadas com a distância percorrida, seria fácil dizer que quanto mais correr, mais vai emagrecer. Contudo, como o corpo vai pedir mais alimento, sobretudo para evitar lesões e reconstruir o músculo, isto torna-se num contrassenso, pois comer muito não ajuda a perder peso. 

Faça assim: A melhor estratégia para conciliar o melhor destes dois mundos passa por ingerir menos calorias do que as que utiliza diariamente. “Com o mínimo de rigor, siga um plano alimentar que se adeque às suas características e à sua forma. Se já costuma correr esporadicamente, aumente as suas corridas para cinco dias por semana. Se ainda não tem o hábito de correr, inicie a sua nova vida de atleta com três corridas semanais”, aconselha André Costa Campos. A semana tem sete dias, por isso temos a certeza que conseguirá encaixar três corridas semanais, certo?

03/ Queime gordura a sério

Durante a corrida, “numa altura em que é solicitado o metabolismo aeróbio, o organismo recorre aos macronutrientes mais eficientes para disponibilizar energia. Num ritmo médio alto, o combustível a que o corpo recorre são os hidratos de carbono em circulação no sangue (glucose), passando depois para os que estão armazenados nos músculos (glicogénio), seguindo-se as gorduras e só então as proteínas, que apresentam a constituição da estrutura muscular como uma das suas principais funções”, explica o treinador de triatlo.

Faça assim: Para evitar casos extremos em que submete o seu corpo a um exercício muito prolongado ou a um estado alimentar muito deficiente, “mantenha uma alimentação o mais equilibrada possível, evite ao máximo correr em jejum e reponha sempre a energia após o treino.

Fonte: http://bit.ly/2oyqb5r