Notice (8): Undefined variable: rich [APP/View/Layouts/site.ctp, line 78]

Pé diabético: veja cuidados fundamentais para evitá-lo

Pé diabético: veja cuidados fundamentais para evitá-lo

Pessoas com diabetes precisam tomar cuidados especiais para evitar o pé diabético. Entenda quais são eles:

Hidratar a pele dos pés diariamente

Uma das características do pé diabético destacada por Carlos é a aspereza da pele. "A hidratação é imprescindível para evitar o ressecamento ainda maior e a formação de eczemas", diz.

Segundo o especialista, um dos maiores desafios é convencer o público masculino a adotar a rotina de hidratação da pele. "No geral, já recomendamos cremes hidratantes feitos especificamente para quem diabetes, e no caso dos homens isso é ainda mais importante, pois assim eles têm mais convicção de que estão usando aquele creme para cuidar da saúde mesmo", conta A endocrinologista Maria Fernanda Barca, membro da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (SBEM) e da Sociedade Europeia de Endocrinologia (SEE).

Confiar a um podólogo o corte das unhas dos pés

Devido à sensibilidade comprometida, não é recomendado que a pessoa com diabetes corte as próprias unhas dos pés. O risco de causar um ferimento com a tesoura é bastante grande. "É melhor que esse trabalho fique sob a responsabilidade de um podólogo, profissional muito importante na vida de quem tem diabetes", afirma Maria Fernanda.

Fazer a limpeza e secagem dos pés e das unhas com atenção redobrada

O angiologista Carlos orienta que pacientes com diabetes limpem e sequem os pés inspecionando a existência de feridas, erupções e lesões em geral.

"Uma micose entre os dedos é uma porta de entrada para bactérias e pode evoluir para problemas de saúde mais graves, como a erisipela. Qualquer alteração de pele pode resultar em um processo infeccioso", ressalta o médico.

Usar sapatos confortáveis

Os melhores sapatos para quem tem diabetes são confortáveis, não apertados e que permitam que a pele respire - evitar sapatos feitos com materiais sintéticos abafados, portanto, é palavra de ordem.

Maria Fernanda considera interessante que eles também não tenham costuras internas. "A fricção da linha ou de um ponto finalizado na parte de dentro de um calçado com o pé pode acabar provocando uma ferida difícil de curar", justifica.

Fonte: http://bit.ly/2A4n8Uj